Blog de advocacia: 7 vantagens dessa ferramenta para profissionais e escritórios do ramo jurídico

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

A tecnologia e o acesso à internet proporcionou o crescimento de grande parte do mercado virtual e uma verdadeira mudança na relação entre clientes e profissionais. Muitos destes profissionais entraram na disputa digital para angariar uma clientela e serem vistos no mundo virtual. É muito comum, atualmente, que os advogados façam uso de meios digitais e de tecnologias para alavancar seu negócio.

A forte tendência no meio jurídico é o uso de blogs, considerados ótimos canais de comunicação entre advogados e clientes e de exposição de conteúdo. Dessa maneira, um blog de advocacia atua como uma ferramenta eficiente de captar e fidelizar clientes.

Por isso, neste artigo mostramos 7 vantagens e características dessa ferramenta virtual para profissionais e escritórios do ramo jurídico. Confira!

Importância de um blog no ramo jurídico

É fundamental ter presença e se fazer presente nas redes sociais. Portanto, manter um blog apropriado proporciona uma comunicação mais específica aos clientes usuários da internet por meio do conteúdo disponibilizado por essa ferramenta.

Blogs exclusivos do ramo jurídico são ferramentas essenciais no relacionamento social. Por meio deles, as pessoas são atraídas por matérias e notícias publicadas e tomam conhecimento dos serviços advocatícios prestados, despertando o interesse do cliente. Tudo isso traz maior presença para os profissionais e escritórios, otimiza os serviços e angaria clientes em potencial.

Código de Ética da OAB

O advogado deve sempre basear-se na ética e, portanto, também deve manter boas práticas de relacionamento moral no ambiente digital. O Código de Ética da OAB regulamenta a atividade e presta serviços de advocacia nas redes sociais. 

Esse Código prevê ainda proibições e permissões relacionadas ao conteúdo do material postado e à publicidade dos serviços advocatícios prestados. Dessa forma, é proibido fazer divulgações de preços de consultas ou prestá-las abertamente, tampouco realizar ofertas.

Em suma, a prática é permitida, mas deve ser feita com moderação e, principalmente, deve ter o intuito exclusivamente de trazer informação.

As vantagens de manter um blog jurídico

Manter um blog nas redes sociais, de fato, não agride nenhuma regra de conduta. A manutenção de um perfil profissional dessa espécie assemelha-se a ter um website. Logo, é considerada uma atividade regular. Porém, por ser o blog uma ferramenta mais ativa e que proporciona postagens sobre diversos assuntos, ele é um ótimo meio de empreender as atividades de um escritório.

Confira, a seguir, 7 vantagens dos blogs para os profissionais do ramo jurídico:

1. Melhor posicionamento nas ferramentas de busca

O conteúdo do blog ajuda na classificação dos motores de busca. É certo que, quanto mais conteúdo postado, maiores são as possibilidades de visibilidade e da empresa ser encontrada pelas pessoas. Dessa maneira, o marketing de conteúdo possui grande importância para o SEO — Search Engine Optimization ou Otimização nos Mecanismos de Busca.

Porém, postar conteúdos não é o único fator que alavanca o seu posicionamento. As técnicas de otimização adequadas de SEO permitem que o blog alcance um alto ranking na busca, o que gera maior autoridade e tráfego para ele.

2. Aumento da autoridade digital

As mídias digitais são consideradas excelentes ferramentas de propaganda velada para o escritório jurídico. O conteúdo postado em um blog, a depender do seu alcance e visibilidade, faz com que se transforme em uma autoridade digital. Simplificando, quanto maior for a “audiência”, ou seja, quanto maior for o número de acessos e de interesse no conteúdo, maior será o seu “poder digital”.

É uma ótima oportunidade para atrair clientes de uma forma discreta. Para isso, o blog deve manter um conteúdo interessante e com matérias relevantes e de utilidade para o público, possibilitando assim, que os futuros clientes busquem seu site pelo conteúdo e não apenas por meio de uma mera ferramenta de busca.

3. Agrega valor para a marca

Manter um blog gera uma grande percepção para a marca, agregando valor, autoridade e reconhecimento no mercado. Assim, quando o cliente tiver um problema a resolver, instintivamente surgirá na mente dele a sua marca e que ela tem a capacidade e a autoridade necessárias para solucionar a questão.

Um escritório de advocacia engajado sabe que, para se tornar uma autoridade no assunto para o seu público alvo, deve adotar estratégias corretas de divulgação de conteúdo e artigos relevantes.

A forma como o escritório é visto por meio de uma frequente presença online é muito importante, ainda mais se acompanhados de um blog bem elaborado, dotado de um design atrativo, com boa navegabilidade e páginas com serviços de otimização para manterem-se em alta posição nos ranqueadores.

É importante evitar postar conteúdo invasivo e com pouca relevância, para não confundir o cliente e fazer com que ele perca o interesse no assunto.

4. Engajamento entre empresa e cliente

É essencial se preocupar sempre se o conteúdo está agradando ao cliente. Para isso, devem ser publicados artigos que envolvam conceitos jurídicos simples, dotados de expressões compreensíveis para leigos no assunto. Como sabemos, a lei é complicada e grande parte dos clientes não entende o seu significado.

Dessa maneira, as pessoas se sentirão atraídas pelo conteúdo, adicionarão o blog em seus favoritos e lembrarão o nome do escritório. Assim como poderão assinar suas newsletters, que podem ser enviadas por e-mail ou pelo celular e, assim, manter um contato constante com o escritório.

5. Melhora o relacionamento com seus clientes

Como vimos anteriormente, um bom conteúdo, aliado à boas práticas de cuidado com o cliente geram a oportunidade da empresa estar em contato com as pessoas de uma forma mais pessoal, sem oferecer produtos ou serviços a todo momento. Ele ajuda a criar e manter o relacionamento, já que seus clientes reconhecerão seus esforços de oferecer valor com seu conteúdo.

6. Otimização das taxas de conversão

Significa que, ao fazer com que os leitores passem mais tempo no seu ambiente virtual, a taxa de conversão de leads aumente. E não só o tempo gasto serve para a contagem da taxa.

A publicação de informações relevantes tem o poder de gerar segurança e confiança nos clientes, potencializando, com isso, as chances reais de conversão. Além disso, informações valiosas no conteúdo geram confiança e isso também potencializa a possibilidade de conversões.

7. Melhoria nos processos de venda

Vimos que a relevância de um texto bem feito potencializa o alcance de novos clientes. Um conteúdo relevante é capaz de solucionar os problemas das pessoas ou tirar suas dúvidas. Ele deve ser publicado com uma linguagem de fácil acesso ao público.

Os resultados não são imediatos. Gerar taxas de conversões usando o marketing jurídico pode levar tempo, contudo, vale o esforço. Afinal, são clientes fieis que você poderá adquirir ao longo do tempo.

Essas são algumas vantagens em produzir e manter um blog de advocacia. O marketing jurídico é uma prática que vem ganhando cada vez mais adeptos, que buscam aproveitar as vantagens dessa nova ferramenta para aumentar a sua clientela. Construir um perfil no mundo digital dinâmico é a grande tendência atual. Esse método vem inovando a forma como os escritórios de advocacia interagem com seus clientes e trazem cada vez mais benefícios para as empresas.

Gostou do post? Quer enviar alguma sugestão? Deixe seu comentário falando o que achou do assunto. Até a próxima!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Posts mais recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência no uso do site. Ao utilizar nosso site você reconhece que está de acordo com a nossa Política de privacidade.