4 habilidades que um advogado empreendedor precisa dominar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

As habilidades de um advogado refletem diretamente na capacidade que seu negócio tem para evoluir. No novo mercado competitivo da advocacia, direcionar tais habilidades para gerir o escritório é fundamental.

Novas empresas do âmbito jurídico lutam cada vez mais por seu posicionamento no mercado. Para isso, aqueles que pretendem fazer de sua gestão um diferencial, faz-se necessário aplicar princípios do empreendedorismo.

Mas como um advogado pode aplicar suas características empreendedoras em seu escritório? É o que abordaremos em nosso artigo. Descubra a seguir como adotar atitudes inovadoras no âmbito jurídico!

Quais os desafios de conciliar a advocacia com o empreendedorismo?

É difícil de imaginar o empreendedorismo na advocacia. O âmbito jurídico tem como característica regras e processos rígidos a serem seguidos, enquanto o empreendedorismo consiste na capacidade de idealizar e implantar novos negócios ou implementar mudanças a fim de gerar inovação.

No entanto, o empreendedorismo pode ser empregado por advogados e revolucionar os métodos da gerência do escritório. Ao aplicar as habilidades e ações de um empreendedor em sua gestão, novos meios de evoluir, de melhorar processos e de desempenhar a função são postos em prática, alavancando assim o posicionamento da empresa no mercado.

Afinal, a advocacia pragmática, que dita que o advogado deve se preocupar unicamente com o conhecimento teórico jurídico está em defasagem. Atualmente, com a saturação do mercado, aqueles que não se dedicam a investir em diferenciais competitivos perdem seu lugar no ramo.

Desse modo, o empreendedorismo jurídico é meio e solução para quem quer inovar sua forma de atuação e se tornar referência no mercado, sem diminuir a importância do conhecimento em direito.

Este texto é para aqueles que se dedicam a investir, acreditam em aprimorar o seu negócio e oferecer diferenciais como meio de captar e fidelizar clientes. Se você quer ser um advogado empreendedor, conheça a seguir quais são as habilidades necessárias!

Quais são as habilidades de um advogado empreendedor?

Por questões mercadológicas, os novos negócios do ramo jurídico precisam ser administrados e conduzidos como os das empresas. Se você quer um escritório desenvolvido, com uma boa gestão e inovações atrativas e eficientes como forma de se destacar, deve utilizar-se de uma postura empreendedora.

Mas quais habilidades e práticas o advogado precisa desenvolver para ser um empreendedor em seu ramo? É essa dúvida que vamos solucionar neste tópico. Quer entender mais para desenvolver esses requisitos? Leia a seguir!

1. Gestão do tempo

O trabalho advocatício consome muito tempo, uma vez que geralmente o profissional está constantemente sobrecarregado. Não ficar preso a essa rotina, para poder se dedicar à busca de novos métodos e gerenciar todas as demais etapas do negócio, é um ponto crucial para viabilizar o desenvolvimento empreendedor.

Para evitar tais situações, gerir corretamente o seu tempo e o das rotinas do empreendimento é a solução. É preciso definir prioridades, delegar tarefas e distribuir o tempo disponível de maneira adequada com a necessidade e dificuldade de cada tarefa. Outro ponto importante é a disciplina para aplicar-se e dedicar tempo de forma realmente útil para empreender.

Na prática, o ato de definir ações e distribuir o tempo de forma adequadamente proporcional a cada uma delas, para desenvolvê-las e executá-las, deve ser incorporado às demais tarefas do escritório. Para viabilizar essa possibilidade, otimizar o tempo e os afazeres para que o trabalho seja eficiente é essencial.

2. Gestão e pensamento estratégicos

Um planejamento bem estruturado, aplicável, que prevê e soluciona possíveis problemas é a base para o sucesso a longo prazo de toda empresa ou projeto. Tal feito só pode ser realizado quando a estratégia é bem definida e implementada desde o início na jornada.

Por isso, ter pensamento e gestão estratégica é uma das habilidades mais importantes que um empreendedor precisa ter. A visão sistêmica, integrada e que prevê ações e consequências é a responsável por arquitetar, viabilizar as inovações e se beneficiar delas.

Basicamente, essa habilidade requer que o advogado pense e gerencie a empresa de maneira a definir o que será feito utilizando-se de esquemas precisos, antecipando os resultados e alinhando-os com os objetivos da empresa.

Para adquirir, desenvolver e exercer tal habilidade, deve-se conhecer todo o processo. Após entender o funcionamento das etapas, saiba como elas exercem influência umas nas outras e no que resultarão ao final. Assim, você saberá qual o papel e o impacto de cada atitude e como elas devem ser tomadas ou não, a fim de desenvolver e melhorar o empreendimento.

Como o ramo jurídico tem suas especificidades, conhecer o mercado, as novas tendências e o perfil da sua clientela torna-se uma questão-chave. Conhecer aprofundadamente o meio no qual sua empresa está inserida lhe permitirá definir melhor as estratégias.

3. Proatividade

A inovação é o motor que mantém o empreendedorismo. Para construir uma gestão com essa característica, deve-se, basicamente, aproveitar oportunidades e problemas para desenvolver ideias criativas e revolucionárias.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário que o comportamento instintivo do advogado seja proativo. A necessidade de desenvolver tal habilidade é imprescindível porque, para realizar mudanças, é fundamental agir em prol de melhorias com uma iniciativa natural e constante.

Buscar alternativas previamente e antecipar determinadas atitudes tornam o advogado um empreendedor natural para o seu negócio. A proatividade é fundamental para que se alcance a excelência no desempenho das atividades do escritório. Por meio dela, você perceberá a necessidade de mudanças antes mesmo de elas aparecerem e as promoverá com mais eficácia.

4. Liderança

Você não é o único cujas atitudes terão impacto nos resultados da empresa. Os demais colaboradores devem contar com habilidades pertinentes a um escritório inovador, para que as mudanças ocorram efetivamente.

Para alinhar o time na sintonia do empreendedorismo, você deve exercer uma liderança inspiradora. É possível fazer isso valorizando as habilidades únicas de cada um e dando-lhes oportunidade de praticá-las a favor do desenvolvimento do negócio.

Encantar os funcionários e sócios para que eles se apaixonem pelos novos propósitos também se faz necessário. Mostrar os objetivos e quais benefícios e mudanças eles trarão, pode alinhar os propósitos da gestão com a dedicação de todos.

As habilidades de um advogado em empreender é o que permite aprimorar constantemente o desempenho de seu escritório. Exercitando-as adequadamente, você pode reposicionar o seu negócio, tornando-se referência em inovação no mercado.

Você tem as habilidades de um advogado empreendedor? Nosso artigo o ajudou a reconhecer hábitos e atitudes que vão aprimorar sua gestão? Conte para a gente como você pode revolucionar o seu escritório de advocacia com suas aptidões!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Posts mais recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência no uso do site. Ao utilizar nosso site você reconhece que está de acordo com a nossa Política de privacidade.